A batalha pelo controle parte 11: padrões de interoperabilidade, acordos governamentais.

O modo de operação da Microsoft está cada vez mais "estranho" de ética questionável. Como seu negócio será afetado é o resultado mais "estranho". Porém o mais previsível.

Fazia algum tempo que eu não escrevia sobre esse tema, pois é extremamente desgastante mostrar algum aspecto de articulações mega-arquitetadas como FUD para quem não deseja enxergar. Mas, vamos lá. Quem sabe alguns olhos se abram.

Padrões de interoperabilidade:
A Microsoft está jogando com a vida de seu império, manipulando organismos de padronização, para transformar em padrões e depois em leis, a garantia de seu monopólio e aprisionamento das informações e usuários.
Se você acompanha o Consortium Info , verá as manobras na risca limite das leis dos países de primeiro mundo.
Mas se você ler notícias como esta e esta no NoOoxml, verá o que pode acontecer em países com instituições legais mais frágeis e leis mais "elásticas".
Navegue pelo NoOoXml e lerás coisas "interessantes" sobre o jogo nos bastidores do poder.
Também no Groklaw você encontrará análises mais profundas como esta , e esta sobre fatos curiosos na votação na Suécia.
O recente "acordo" no processo Anti Truste da Comunidade Européia contra a Microsoft revelou-se uma vitória de Pirro. Mais profundidade aqui , aqui , aqui , aqui .
Isso é um jogo MUITO grande.

Acordos com governos:
Em outubro de 2008 a Mandriva divulgou a assinatura de contrato de fornecimento de 17 mil ClassMate PC para o governo da Nigéria com Linux pré-instalado. (Português aqui )
Em poucas horas, as maciças engrenagens corporativas se movimentaram em direção à Nigéria.
E em poucas horas veio a público um novo acordo: O governo nigeriano vai honrar o contrato com a Mandriva, mas assim que receber os computadores, formatará tudo e instalará MS-Windows.
Isso gerou uma carta aberta da Mandriva .
E a Microsoft divulgou uma réplica .
Não lhe parece a famosa situação:
"Meu bem, não é nada disso que você está pensando" ?

Atualização 13 novembro 2007, Mais detalhes surgem: a quantia "investida"
Neste artigo aqui , você fica sabendo quanto foi "investido" em "marketing" na Nigéria especificamente para esta "mudança" de decisão do governo.
US$ 400 mil.
Mas como notícia boa, um organismo do governo da Nigéria rejeitou a decisão extemporânea e definiu que ao menos 11 mil máquinas continuarão com o sistema operacional GNU / Linux da Mandriva instalado.
Ao menos até que ocorra um "reforço na campanha de marketing".

E o que isso tudo tem a ver com você e sua empresa?
Você precisa saber qual o seu personagem na situação da frase famosa.
E para lhe ajudar a deduzir, lembre que
"Em pôquer, sempre há um otário na mesa. Se você não sabe quem é, então provavelmente é você."
"Se você acha que não perdeu, mas não ganhou, então perdeu e nem ficou sabendo."

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Avaliação do Apple Smart Keyboard para iPad Pro 10.5

IPad Pro pode substituir notebook?

Como instalar Oracle Client no Debian e Ubuntu