O debate sobre TCO (custo total de propriedade) não importa

O debate sobre custo total de propriedade comparando migrar do sistema legado para Linux, ou fazer um upgrade desse sistema legado, realmente não importa. O que é importante é a qualidade da solução e o controle final estar com os usuários.
Num pronunciamento de impacto, John Hall lembrou que debates sobre TCO (custo total de propriedade) eROI (return on investiment) do software livre geralmente comparam maçãs com laranjas. Migração contra upgrade. E esquecem que o tal sistema legado um dia teve de ser instalado e as pessoas "adestradas" no seu uso.
E isso teve um custo.
Como "adestramento" no uso de um sistema legado obtuso, ilógico e incoerente custa muito tempo e dinheiro (é preciso decorar, pois não há lógica nem coerência para se usar deduções a partir de conceitos básicos), o tal TCO certamente ficaria muito "inconveniente" para o sistema legado.
Mas nem tudo fica perdido.
Um treinamento para as pessoas aproveitaria parte do conhecimento adquirido, alavancando o uso de um sistema lógico e coerente.
No mundo do código livre, se um sistema não é lógico nem coerente, logo é substituido ou evoluido.
John Hall chegou a mencionar o impacto nas economias locais.
Quem aprende informática diretamente com software livre, aprende muito mais depressa e aprende a PENSAR, deduzir soluções por conta própria.
Até mesmo desempenha melhor quando tem de usar sistemas legados proprietários!
Isso já foi constatado nos telecentros de São Paulo. Que aliás, rodam Sacix, uma versão personalizada de Debian.
O que é importante é a qualidade da solução e estar no controle final.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Avaliação do Apple Smart Keyboard para iPad Pro 10.5

IPad Pro pode substituir notebook?

Como instalar Oracle Client no Debian e Ubuntu