Superando a resistência a mudanças?

Tem como fazer isso? Veja as constatações surpreendentes de um estudo da IBM.
A propósito de um outro texto encontrei um interessantíssimo texto do departamento de pesquisas da IBM.
Opening minds: Cultural change with the introduction of open-source collaboration methods.
O artigo é voltado para gerentes de projetos de desenolvimento de software, mas muito do conteúdo é amplamente aplicável em outros setores.
O que no momento me interessa são os capítulos sobre cultura organizacional e a resistência a mudanças.
Alguns pontos analisados no estudo são instigantes:
  • Pessoas não são racionais face a mudanças. Esperar racionalidade é receita de fracasso.
  • O comportamento provável reflete as heurísticas arraigadas na organização inserida na sociedade.
  • Se as crenças e heurísticas antigas ainda puderem funcionar, haverá camuflagem de comportamento.
  • Somente haverão mudanças concretas após mudança comportamental, não apenas retórica, da direção.
  • Os líderes de mudanças terão como inimigos os que desempenhavam bem no antigo status quo, e como frágeis apoiadores os que poderão desempenhar bem no novo.
  • Todos precisam enxergar vantagens na mudança.
  • Quem não participar irá sabotar.
Vale a pena ler o artigo todo e meditar.
Note que a cultura da organização está inserida na cultura da sociedade local.
Ao final, você percebe que a solução envolve muito mais psicologia e sociologia que méritos técnicos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Avaliação do Apple Smart Keyboard para iPad Pro 10.5

IPad Pro pode substituir notebook?

Como instalar Oracle Client no Debian e Ubuntu